Cortina Inconto Marcado
Cortina Inconto Marcado
Faixa InConto Marcado

SINOPSE

O espetáculo teatral é uma adaptação do livro homônimo da escritora cearense Socorro Acioli, que aborda a vida e a obra do poeta popular Patativa do Assaré. Com forte influência das trupes do teatro mambembe, a montagem traz três atores se desdobrando em diversos personagens que, juntos, contam a história de Francisco, um menino que se retira com a família para Assaré. Lá ele conhece um agricultor e poeta chamado Antônio e, a partir deste encontro, começa sua aventura em busca de descobrir como se faz poesia.

O espetáculo passeia por várias linguagens e utiliza recursos como bonecos, pernas de pau e música ao vivo para a construção de uma atmosfera poética e vibrante. A estética, que se baseia numa cultura ao mesmo tempo lúdica e popular, também aparece na construção dos adereços – que representam a Noite, o Dia e a Primavera Sertaneja –, dos figurinos e dos cenários, que foram pintados à mão.

O resultado é uma legítima homenagem aos autores, poetas e cantadores do Nordeste, através de uma verdadeira aventura poética, brincante, musical e interativa.

Faixa InConto Marcado

PERSONAGENS

Faixa InConto Marcado

TRILHA SONORA

Comemorando os 10 anos do InConto Marcado e os quatro anos de circulação do espetáculo Plantou Palavra, Colheu Poesia, a etapa fluminense do projeto terá uma novidade especial: a criação e gravação de uma trilha sonora original. A tarefa ficou a cargo do multinstrumentista, arranjador, compositor e educador carioca Carlos Malta; e do poeta, cantor e artista popular baiano Rodrigo Sestrem.

Juntos eles criaram as trilhas para o espetáculo e também para os episódios da série de vídeos. As composições partiram da obra musical do Malta, tanto de composições já existentes como de inéditas. A música tema do espetáculo, Plantar Palavra, Colher Poesia, foi escrita por Sestrem em cima de uma música já existente Malta, chamada Barrigada, assim como o Cordel do InConto Marcado. Já O Côco da Feira de Assaré é uma composição inédita de Malta e ganhou uma letra do poeta baiano.

Faixa InConto Marcado

DIREÇÃO CÊNICA

A direção cênica ficou a cargo da atriz, diretora teatral e professora Geovana Pires. Uma das referências da poesia falada no Brasil, Geovana, que há 18 anos desenvolve uma linguagem teatral que tem com a poesia como fio narrativo, ajudou a trazer a ancestralidade dos atores como um elemento constitutivo do espetáculo. Dessa forma, quando estão no palco, Jefferson Tinoco e Geórgia Amaro, atores cearenses da nova geração, e o carioca Diego Marques utilizam um pouco as suas próprias histórias de vida para ajudar a contar a história de Francisco.

Faixa InConto Marcado

DIREÇÃO DE ARTE

Para fazer direção de arte do espetáculo foi convidada uma legítima artista sertaneja: Rociania Barreto, cearense do sertão de Crateús. Ela é a responsável pelos cores e traços singelos que são a marca do cenário e dos adereços de Plantou Palavra, Colheu Poesia. Numa concepção estética busca resgata as raízes do povo sertanejo, com toda sua força e criatividade. O resultado é ao mesmo tempo simples e arrebatador.

Faixa InConto Marcado

SOCORRO ACIOLI

Nascida em Fortaleza, Socorro Acioli estreou na literatura com apenas oito anos, com livro O Pipoqueiro João. De lá pra cá, lançou mais de vinte obras, entre romances, biografias, ensaios e livros infanto-juvenis. Além de ter adaptado e traduzido diversos títulos. Foi a única brasileira selecionada para a oficina de roteiros Como contar um conto, ministrada pelo escritor colombiano Gabriel García Márquez, em 2006, na Escuela de Cine y TV de San Antonio de Los Baños, em Cuba. Em 2013, venceu o Prêmio Jabuti na categoria Livro Infantil, com Ela Tem Olhos no Céu. Tem livros publicados em diversos países, como a Inglaterra, os EUA e a França, entre outros.

Faixa InConto Marcado

Da esquerda para direita: Socorro Acioli e Daniele Yanes

Faixa InConto Marcado

FICHA TÉCNICA

Idelaização: Daniele Yanes

Direção Geral: Geovana Pires

Direção de Arte: Rociania Barreto Cavalcante

Adaptação e roteiro: Daniele Yanes

Assistente de Produção: Diego Marques

Consultoria musical: Carlos Malta

Desenho de Som: Daniele Yanes

Poemas originais e interpretação das canções: Rodrigo Sestrem

Execução de figurinos: Devyson Freitas e Luciana de Lima

Assistência de direção: Miguel Campelo

Dramaturgia: baseada na obra “Plantou Palavra, Colheu Poesia” de Socorro Acioli, com poemas originais de Rodrigo Sestrem e trechos de poemas de Patativa do Assaré

Elenco: Diego Marques, Geórgia Dielle e Jefferson Tinoco

Direção de Produção: Raína Biriba

Trilha sonora original: Carlos Malta e Rodrigo Sestrem

Direção de Arte: Rociania Barreto

Figurinos: Miguel Campelo

Cenários e adereços: Rociania Barreto Cavalcante

Idealização e confecção boneco Patativa: Miguel Campelo

Designer e programação visual: Raquel Theo

Assessoria de Imprensa: Alexandre Aquino

Fotógrafos e registros de imagens: Éden Barbosa, Paulo Winz, Cleiton Martins e Rafael Martins

Desenhos Originais: Raquel Theo e Rosana Mapurunga

Mídias sociais: Julian Probst